Humor Fictício

RIO DE JANEIRO – Parece que a resposta para a pergunta que todos faziam enfim teve resposta.  Fabrício de Queiroz, ex-assessor e motorista de Flávio Bolsonaro, estava sumido desde a divulgação do relatório produzido pelo Coaf onde constam movimentações atípicas no valor de R$ 1,2 milhão.

O motorista foi encontrado hoje, onde ninguém esperava: na Alerj, trabalhando no gabinete de Flávio Bolsonaro. O flagrante foi feito pela equipe do Jornal Sensacional. Fabrício se encontrava operando uma calculadora, analisando planilhas e parecia visivelmente preocupado. Ao ser questionado sobre seu sumiço, argumentou: “quando o filhos do Lula sumiram, ninguém comentou nada, não é mesmo?”.

A presença do motorista passou despercebida na Alerj. Os funcionários da assembléia pareciam perplexos, jamais imaginava que ele pudesse estar lá. “Eu nunca tinha visto ele por aqui antes… se bem que mais da metade dos assessores nunca comparecem mesmo”, disse Jose Amildo Dias, segurança na assembléia legislativa.

Fabrício declarou que assim que sua saúde melhorar, e as coisas ficarem mais calmas, vai explicar todas as movimentações de alto valor suspeitas que coincidiam com os dias de pagamentos dos assessores dos parlamentas da Alerj.

Jornal Sensacional é um site fictício de humor com notícias fictícias. Qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência.

Leia também